Minha história na fotografia

Há um ano atrás, quando dei uma remodelada no meu site, resolvi criar um blog dentro dele. O tempo passou e o blog foi mais fogo de palha. Sempre gostei de escrever, mas confesso que fiquei sem coragem, rs. "Eu sou fotógrafo, não escritor. Quem vai se interessar em ler?" - pensava toda vez que abria o editor.


Bom, se você está aqui, é porque se interessa, não é mesmo? Ou porque gosta do meu olhar, ou é um cliente interessado em me conhecer melhor e conhecer meu trabalho, ou pode até ser que se interesse pela minha vida. Então hoje resolvi escrever e decidi falar sobre o início da fotografia na minha vida Quando minha esposa e eu nos casamos, contratamos os melhores fotógrafos de Vitória, um dos melhores do Brasil. Ficamos muito felizes com o resultado do trabalho deles e foi aí que despertei o olhar para a fotografia. Até então, tínhamos uma pousada bem charmosa em Arraial d'Ajuda. Ela tinha alguns chalézinhos coloridos espalhados em um jardim lindo, bem verde e florido e uma piscina no centro. Formado em marketing, sabia da importância de uma divulgação constante nas redes sociais e site, então comecei a me aventurar a fotografar a pousada com uma câmera amadora. Fui gostando cada vez mais daquela brincadeira, O reconhecimento começou a vir através da minha esposa, Maya, que logo me presenteou com uma câmera melhor. O incentivo também vinha de familiares e amigos, principalmente do fotógrafo do nosso casamento, Warllem Silva, que se tornou também um grande amigo e mestre. Ele e sua esposa, Cris Simoura, ministraram meu primeiro e mais importante workshop profissionalizante. Investi em equipamentos melhores e à partir disso, alguns ensaios começaram a surgir e eu percebi logo que eu gostava mesmo de fotografar pessoas, na verdade mais, sentimentos! Eu gostava de fotografar sentimentos, emoções! Um amigo me convidou a fotografar um casamento com ele. Ah, eu adorei! Foi uma adrenalina! Sabia da importância daquele momento único para mim, mas principalmente para os noivos.. Mesmo sendo o terceiro fotógrafo, senti a responsabilidade pesar mais nos ombros do que a câmera no pescoço. Dalí em diante foram surgindo mais trabalhos, fui me aprimorando cada vez mais, trabalhando, fazendo vários cursos on line, presenciais e workshops. Hoje já não temos mais a pousada. Decidi viver da fotografia, que é o que amo!



Eu acredito muito no casamento, ou melhor, eu acredito muito no amor! Toda forma de amor. Acredito que duas pessoas - ou até mais - podem se amar de verdade e construir uma família pautada no respeito, compaixão, união e na parceria. Sou muito feliz no meu casamento, tenho como referência meus pais que são um ótimo exemplo de como o casamento é maravilhoso e defendo a união entre pessoas que se amam até o fim!

Me envolvo e emociono em todos os casamentos que faço. E depois novamente editando as fotos no computador. Acredito que isso é um belo sinal de que estou no caminho certo e estou passando a mensagem que quero passar com minhas imagens. Acho fantástico ´poder dividir a forma que eu vejo com o mundo! Acho que posso encerrar por aqui, senão vou ficar falando a vida inteira como sou feliz e realizado com o que faço e que acredito e aposto no casamento. Não quero demorar a escrever de novo. Fiquei feliz de compartilhar com vocês. Beijo grande.

#fotógrafo #TiagoSaldanha #arraialdajuda #trancoso #casamento #fotografia #blog #arraial

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Voltar para o topo

Arraial d'Ajuda / Trancoso / Bahia / Brasil

@2016 Tiago Saldanha